sexta-feira, 22 de abril de 2011

Londrina e a fotografia

Década de 60: José Juliani fotografado por Haruo Ohara. Imagem faz parte da exposição “Expressão visual de um autodidata: José Juliani, o colono-fotógrafo” que permanece até abril no Museu Histórico de Londrina


Londrina é reconhecida pelos símbolos do café, da terra fértil e vermelha, o sol intenso e pela grande diversidade cultural de seu povo. Hoje, mais de 76 anos após sua fundação, é também palco de fotógrafos apaixonados e reconhecidos. De anônimos a personalidades como Haruo Ohara, olhares atentos e mãos habilidosas produziram registros que contribuem com a identidade londrinense. Não é atoa que o fotoclube recebeu da prefeitura, em 1973, o status de entidade de utilidade pública apenas três anos após sua fundação. E em 1997 a Universidade Estadual de Londrina passou a ofertar o primeiro curso de pós-graduação em fotografia do Brasil.

Nestes dias, com a grande difusão da fotografia digital, basta um passeio pelo coração urbano, o calçadão, as feiras populares ou parques para ver curiosos fotógrafos, amadores ou profissionais, procurando o ângulo, o recorte, a luz ou a apenas compartilhar o momento com aqueles que não puderam comparecer.

Dica: Confira no Flickr a tag: Londrina

Nenhum comentário: