quinta-feira, 11 de março de 2010

Diagramação ? Livre !

Olá! Hoje vou inaugurar uma nova seção aqui no blog. A idéia é compartilhar as experiências que terei ao usar software livre para efetuar os trabalhos da disciplina de Diagramação no curso de Comunicação Social - Jornalismo - na UEL ( Universidade Estadual de Londrina ).

Porque optar por Software Livre?

Afinal, o Adobe InDesign é um programa que praticamente domina o mercado e os recursos disponibilizados por ele costumam facilitar muito a vida dos diagramadores.

Explico: o maior motivo reside em "Aprender a diagramar" e não apenas "aprender a usar o InDesign". Um bom profissional de diagramação deve conhecer a técnica e estar preparado para usar qualquer ferramenta ou até capacitado para propor ferramentas alternativas de acordo com o perfil da empresa/instituição em que irá trabalhar.

Em segundo lugar, seria muito cômodo adquirir por R$10 um InDesign pirata. Entretanto sabemos que o custo real do software, de acordo com o site Oficial da Adobe é: US $900.00. Isso mesmo. 900 dólares, ou cerca de 1591,65 reais ( cotado em 11/03/2010 com o dólar a 1.7685 ).

Como a universidade pública não me fornece essa ferramenta e eu não tenho R$1591 reais para gastar com um programa de computador, a única opção que restou foi procurar uma alternativa para não infringir as leis e nem me tornar escravo de uma única empresa. Pois na universidade é fácil, eu uso um programa pirata sem problemas. Mas amanhã eu estarei formado e se optar por abrir meu próprio jornal o que farei? Eu só sei trabalhar com o InDesign. Serei obrigado a comprá-lo? Ou seja, é como disse certa vez, se não me engano, o presidente da Linux Foundation John Maddog Hall sobre o Software Proprietário na universidade: é como droga, a primeira dose pode até ser gratuita, mas uma vez que os consumidores estiverem viciados o preço será cobrado, e não será barato.

Enfim. Embora nosso professor de diagramação, que é muito exigente ao passar até 4 trabalhos por semana, já tenha dito que seria bem mais difícil(ou impossível) cumprir a disciplina sem o InDesign. E fez inclusive os alunos assinarem um termo de responsabilidade em que concordavam continuar o curso mesmo sem laboratórios adequados. Decidí que o melhor, mais ético e viável é utilizar ferramentas livres.

Vou usar os programas:

Scribus - Software de Diagramação ( alternativa ao InDesign )
Gimp - Editor de imagens ( alternativa ao Photoshop )
Inkscape - Editor vetorial ( alternativa ao Corel )

2 comentários:

Leandro da Silva disse...

Uso ambos. Porém o Scribus que tenho é tosco. Tem Scribus pra alguma distribuição do Linux?

Abração.

Lucas Godoy disse...

Oi Leandro. A versão do Scribus que estou usando agora é 1.3.5.1. Ela funciona legal no windows, mas já reparei que no linux funciona melhor mesmo. Como é um programa de código aberto, tem versão disponível na maioria das distribuições linux sim: ubuntu, debian, etc. Eu atualmente estou usando o Fedora. abração!