domingo, 18 de outubro de 2009

Educação no Shopping?

*** Me disseram agora que o professor pode não cobrar presença, então seria apenas um convive informal e o professor faltaria a aula oficial. Vou checar essa informação, mas fica aí como ponto de reflexão sobre as relações público-privadas. Que nossos espaços de discussão sejam mais independentes e autonomos.. Veja abaixo a postagem original:

Vamos para a aula?

O que leva um professor, em uma universidade pública, a marcar uma aula no maior shopping da cidade, o maior templo do consumo fácil, e cobrar ingresso dos alunos?

Porque convidar um político, e apenas um, de um partido, para compor a mesa de discussão?

Se a aula leva o nome de um dos maiores cursinhos, do maior shopping center da cidade, e ainda conta com a participação de um político na mesa, toda a divulgação gratuita das marcas e personalidades envolvidas, feita por nós alunos e nossos queridos professores, já não deveria pagar pelo ou menos pelos ingressos?

Quem é que lucra com isso? Mesmo que o valor seja apenas para o aluguel do espaço, isso não justifica a cobrança. Se o Shopping não pudesse ceder o espaço porque não realizar a discussão na uel ou no sigma?

Dentro disso, será discutida a ética na imprensa? com que ética?

Enfim, que estiver afim de ir fica aí o convite:

Cine Sigma Catuaí - Exibição do filme Leões e Cordeiros; em seguida, debate com o deputado estadual Luís Eduardo Cheida(PMDB), o professor Alberto Klein (Comunicação Social da UEL) e o professor Fábio Silveira (Comunicação Socila da Faculdade Pitágoras). Domingo, às 9h30 e segunda-feira, às 21h. No Cine Catuaí. O evento é aberto à comunidade e o ingresso custa R$ 4.

------------

Embora a discussão sobre o filme seja interessante, não gostei da cobrança, da presença e do local.. Nesse caso seria: "penso, logo boicoto?" rs...

-----------

Atualizando hoje(segunda-feira): a exibição do filme foi cancelada, não souberam me dizer o motivo. A aula no shopping center, com presença obrigatória ou não obrigatória, enfim foi cancelada.

Nenhum comentário: