segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Café quente em noite fria


O grupo Caos e Acaso da Fábrica de Teatro do Oprimido apresentará em Londrina, na Jornada SESC de Artes Cênicas, a peça "Café quente em Noite Fria ou a Lenda do Ouro Verde":

Dias 28,29 e 30 as 21h - R$ 8,00 e 4,00
No SESC da Fernando de Noronha, nº264.

domingo, 25 de outubro de 2009

Asssassinato em Roraima! ?

Para os explorados a prisão, a morte
Para os capitalistas ladrões, todas as homenagens*

A história desse país está manchada de sangue.. dos índios, negros, imigrantes, humildes e rebeldes. Sangue de quem sonha, acredita, resiste e busca um mundo melhor. Sangue de pessoas honestas e fortes. O consenso, a ordem, o desenvolvimento nacional e o silêncio popular é e sempre foi uma mentira forjada com a crueldade repressiva da corrupção, do crime e da injustiça. Ontem e hoje. O capitalismo nefasto segue espalhando medo, isolamento e devastação.

Ao que tudo indica o professor, poeta, escritor, músico, compositor e anarquista Chrystian Paiva foi suicidado no dia 18/10/2009: Passe a Palavra

[..]
Ontem apaguei certas luzes,
Definitivamente,
E elas vieram atrás de mim,
Ignorantes,
[..]
( trecho do poema "Rosas" de Chrystian Paiva )

-----
... Chrystian ainda vive em nossos corações!
* Imagem publicada no jornal anarquista "A Plebe" no dia 24/05/1919.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Seminário: Imagens e Mensagens do 1º de Maio

(A Plebe – Ano 30 Nº1 - 01/05/1947,p.3)

Amanhã - Sábado - dia 24/10/2009 será realizado um seminário interno do projeto de pesquisa que participo. A entrada é gratuita. Vejam a programação:

Local: Universidade Estadual de Londrina

Manhã 9:00 às 12:00 - sala 110 - Mini-Curso: “Imagens e mensagens do Primeiro de Maio, contextos e leituras” - Com a prof. dr. em História Isabel Bilhão

Tarde 14:00 às 17:00 - Simpósios Temáticos (ST)

ST 1: O Primeiro de Maio na Primeira República - Sala 109
ST 2: O Primeiro de Maio na Era Vargas - Sala 109
ST 3: O Primeiro de Maio durante o Regime Militar - Sala 111

------

No ST1 que vou participar acontecerão os seguintes seminários:

Autor: João Carlos Marques
Palavras-Chave: Primeiro de Maio, Anarquismo, A Voz do Trabalhador.
Resumo: O trabalho tem por objetivo analisar as representações da comemoração do Primeiro de Maio no Brasil durante a Primeira República, utilizando para pesquisa o jornal anarco-sindicalista A Voz do trabalhador, editado pela Confederação Operária Brasileira no Rio de Janeiro entre 1908 e 1915, enfatizando as formas de representação sobre o ideal anarquista nas comemorações do Primeiro de Maio, bem como o verdadeiro significado da data para os anarquistas, onde o operário consciente, neste dia, deveria cruzar os braços para reivindicar a redução da jornada de trabalho, sendo a data não um dia de festa e sim de protesto.

Autor: Lucas de Godoy Chicarelli
Palavras-Chave: História, jornais, anarquismo
Resumo: Serão apresentadas imagens e mensagens do 1º de Maio identificadas em 61 edições do jornal anarquista “A Plebe”, publicado em São Paulo, entre 1917 e 1949, tendo como principal diretor Edgard Leuenroth. Ao analisar 10 edições do jornal, que aludiam ao dia do trabalho nesse período, destacam-se a compreensão da data como um dia de luta e de luto, as manifestações de 1919, animadas pela revolução Russa de 1917, e um vestígio de descontentamento já em 1921.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Segundas ao Sol 2



Não preciso falar muito desse filme. Saibam que é o meu predileto. ( acho que não existe isso de melhor filme mas tenho uma relação especial com esse. Para terem idéia na época do lançamento eu descobri o filme, fiz a legenda em português, enfim, é muito bom. Fico bem feliz de ter contribuído com a difusão dele no Brasil)

Será exibido na UEL, Londrina. Segunda-feira, dia 26/10/2009, 19h. Na sala 201(piniquinho) do CCB.

Quem puder ir eu recomendo, vejam mais em:
Segundas ao sol - Vida Operária

* Esquecí de comentar mas o filme está sendo organizado pelo tal campo "Barricadas", que eu considero como uma linha, ou corrente, do PSOL.

domingo, 18 de outubro de 2009

Educação no Shopping?

*** Me disseram agora que o professor pode não cobrar presença, então seria apenas um convive informal e o professor faltaria a aula oficial. Vou checar essa informação, mas fica aí como ponto de reflexão sobre as relações público-privadas. Que nossos espaços de discussão sejam mais independentes e autonomos.. Veja abaixo a postagem original:

Vamos para a aula?

O que leva um professor, em uma universidade pública, a marcar uma aula no maior shopping da cidade, o maior templo do consumo fácil, e cobrar ingresso dos alunos?

Porque convidar um político, e apenas um, de um partido, para compor a mesa de discussão?

Se a aula leva o nome de um dos maiores cursinhos, do maior shopping center da cidade, e ainda conta com a participação de um político na mesa, toda a divulgação gratuita das marcas e personalidades envolvidas, feita por nós alunos e nossos queridos professores, já não deveria pagar pelo ou menos pelos ingressos?

Quem é que lucra com isso? Mesmo que o valor seja apenas para o aluguel do espaço, isso não justifica a cobrança. Se o Shopping não pudesse ceder o espaço porque não realizar a discussão na uel ou no sigma?

Dentro disso, será discutida a ética na imprensa? com que ética?

Enfim, que estiver afim de ir fica aí o convite:

Cine Sigma Catuaí - Exibição do filme Leões e Cordeiros; em seguida, debate com o deputado estadual Luís Eduardo Cheida(PMDB), o professor Alberto Klein (Comunicação Social da UEL) e o professor Fábio Silveira (Comunicação Socila da Faculdade Pitágoras). Domingo, às 9h30 e segunda-feira, às 21h. No Cine Catuaí. O evento é aberto à comunidade e o ingresso custa R$ 4.

------------

Embora a discussão sobre o filme seja interessante, não gostei da cobrança, da presença e do local.. Nesse caso seria: "penso, logo boicoto?" rs...

-----------

Atualizando hoje(segunda-feira): a exibição do filme foi cancelada, não souberam me dizer o motivo. A aula no shopping center, com presença obrigatória ou não obrigatória, enfim foi cancelada.

Mulheres Anarquistas


Procurando umas informações paro meu projeto de pesquisa, tentando descobrir quem foi Isa Ruti, acabei descorbindo 2 coisas interessantes:

1. Blog sobre história e anarquismo em Santa Catarina (parece ser de pesquisador para pesquisador, então os textos desse blog costumam ser longos):
http://acratastudiorum.blogspot.com/

2. "Ebook": Mulheres Anarquistas:
Mulheres Anarquistas - anarcopunk.org

Não lí quase nada dos dois sites, só copiei os artigos aqui para ler com calma depois.

Mas fica aí a dica.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Snowman?


haha. Por essa eu não esperava. Mas não deve ser nada mal ter um maluco desses pra dar um suporte anti-puliça nas manifestações por aí. rs..

Vejam mais em: Resistir e Libertar

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

.isto não é uma poesia.

Frente ao domínio,
a união é condição necessária
à existência.

Mas seguimos isolados e sem rumo.

Na destruição
de que adianta marchar...
de cabeça erguida?

O Grupo Baader Meinhof


Alemanha, anos 70: atentados a bomba, a ameaça do terrorismo e o medo do inimigo interior abalam as bases da ainda frágil democracia alemã. As crianças radicais da geração nazista, lideradas por Andreas Baader (Moritz Bleibtreu), Ulrike Meinhof (Martina Gedeck) e Gudrun Ensslin (Johanna Wokalek) travam uma guerra violenta contra o que veem como a personalização do facismo. O objetivo é criar uma sociedade mais humana, mas os desdobramentos..

----

Promete.. Me interessei bastante por esse filme.

Em exibição de 16 a 22 de outubro - Cine COM-TOUR UEL
Londrina - Av. Tiradentes, 1241
HORÁRIOS: 20h30min (Diarimente) 16h00 (Sábado e Domingo)
VALORES: R$ 4,00 (meio) e R$ 8,00 (inteiro)
(sexta-feira sempre meio ingresso R$ 4,00)
www.casadecultura-uel.blogspot.com

domingo, 11 de outubro de 2009

A decepção de Obama



Exibição do Documentário: A decepção de Obama
Data: Sábado - 17 de Outubro
Local: DCE - UEL - Centro
Horário: 16 horas
(em Londrina)

----

A muito tempo tínhamos a idéia de realizar exibições de vídeos de maneira periódica, associando essa atividade a diálogos-discussões sobre os temas abordados. A idéia era criar um ambiente de convivência fora dos locais e horários tradicionais. Quem estuda, trabalha e também sente carência de espaços mais abertos e críticos de convivência sabe a importância desse tipo de iniciativa. Agora parece que vai sair do papel. : )

sábado, 10 de outubro de 2009

A salvação

Fiquei curisoso para ver. Fica aqui a dica: A salvação - Tim Burton

Se alguém já viu me diga o que achou.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Obama é uma marionete

E você?

Quando mais de 90% dos norte-americanos desacreditava no congresso e nos políticos, sentindo-se traído pelas mentiras que justificavam as guerras e a acentuada crise econômica, ele foi levado ao poder pelos poderosos de Wall Street para dirigir uma nova era de progresso e lucro do império norte americano. Foi, assim, apoiado pela mídia mais burguesa e poderosa de todo o globo, manteve guantanamo, não retirou as tropas do Iraque, foi contra a criação de uma comissão para investigar as torturas e os crimes de guerra e contrário a divulgação das fotos das prisões em Abu Grhaib. Parabéns, ele é nosso lider, nosso salvador. Obama! Entoemos a Obama! O mais novo Prêmio Nobel da Paz. tsc...

O Nobel é uma farsa.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Santos sanguinários

INVEJA

QUEM PECOU - Papa Bonifácio VII

Disputas papais cheias de cardeais bonzinhos à espera da fumacinha branca? Nem sempre. Para chegar ao cargo máximo da Igreja, alguns pontífices são acusados de ter mandado empacotar seus antecessores. Bonifácio VII foi o mais cruel deles: estrangulou com as próprias mãos Bento VI em 974. Expulso de Roma, voltou quatro anos depois e ainda depôs Bento VII

IRA

QUEM PECOU - São Longuinho e São Sebastião

Quem já pediu ajuda a são Longuinho para achar um objeto perdido nem imagina que ele era um militar romano, Cássio, cheio de sangue nos olhos: ele não só acompanhou a execução de Jesus como perfurou com a lança o abdome de Cristo, para se certificar da sua morte. No século 3, são Sebastião também foi um militar que engrossou as fileiras romanas, que prendia e perseguia cristãos

Saiba mais em: mundo estranho

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Boicote as olimíadas do Rio?

Ouví dizer:

"A pesquisa realizada pela FGV, publicado pelo jornal O Globo, calcula que até o início da Olimpíada do Rio de Janeiro em 2016, o governo e empresas privadas vão investir 155,7 bilhões de reais (E.U. 85,6 bilhões dólar)."

Daí fiquei pensando o que poderia ser feito pela educação ou a saúde com toda essa grana? Criar centros esportivos e de lazer de base em várias cidades ao invés de torrar tudo em apenas um centro tecnológico, algo assim.

O que vocês acham?

sábado, 3 de outubro de 2009

UniCaronas

Boas idéiasMovem um novo mundo

O UniCaronas pretende ajudar estudantes que precisam viajar. Para isso facilita a comunicação entre pessoas que procuram e oferecem carona.

Fundado em abril de 2007 com o nome de Caronas Unicamp foi crescendo até ultrapassar os 5 mil usuários em Julho de 2009.

Em Setembro, visando ajudar mais pessoas, mudou de nome e passou a aceitar cadastros de outras grandes universidades. Assim surgiu o UniCaronas, o maior site de caronas do Brasil.

Infelizmente parece que o cadastro direto no site ainda é restrito aos estudantes da Unicamp, Usp e Unesp. Espero que se amplie em breve. Quem já deixou de lado uma viagem muito desejada pelo simples fato de não ter grana entende como esse tipo de iniciativa, pequena, é importante.

Mas fica aqui a dica. Gostei da idéia: http://www.unicaronas.com.br

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Oreste Ristori

Uma aventura anarquista


Logo após as primeiras páginas já fiquei maravilhado com o trato que o autor Carlo Romani teve com a história. Após extensa pesquisa sobre a trajetória do anarquista italiano Oreste Ristori, que nasceu em um ambiente muito pobre na Itália, o texto mescla sutis elementos literários e apresenta, ao longo da narrativa, uma incontável lista de referências documentais, institutos, fundos, entrevistas consultados. Mas o que mais me atraiu é a forma como o autor mergulhou profundamente no contexto e nas disputas internas do movimento libertário, sem esses elementos seria impossível compreender a história. Além disso, como lembra o prefácio de Margareth Rago, constitui uma importante contribuição ao romper com as fronteiras e demonstrar como desde cedo o anarquismo, e o movimento dos trabalhadores, se constitui como um movimento internacionalista e os pesquisadores muitas vezes acabam limitados aos acervos de seus países.

É curioso também notar o pouco conhecimento dos libertários brasileiros sobre essa figura, fato que talvez se deva as constantes releituras de sua posição ao longo das lutas. Ristori sofreu a vida toda uma extensa vigilância e foi classificado pela polícia como um “anarquista exaltado, prepotente e temível”. Grande orador e agitador, foi expulso de quase todos os países por onde passou: Itália, França, Argentina e Brasil. Participou também grandes ações diretas e dirigiu por muitos anos o periódico “La battaglia” que só posteriormente passaria as mãos de Gigi Damiani. Temeroso com a ascenção fascista(ditatorial) no Brasil e desiludido por não ver o estouro de um grande movimento revolucionário em terras latino-americanas acabou sendo deportado para a Itália onde, apartado do seu grande amor e companheira Mercedes e junto com outros anarquistas, foi sumariamente assassinado pelas autoridades fascistas.

Uma visão geral do livro está disponível no GoogleBooks